RJ: (21) 2518-3099 | DEMAIS ESTADOS: 4003-3367
Cadastre-se Área do Assinante
Nenhum Comentário

Veja como recolher o eSocial das domésticas do Rio de Janeiro com o retroativo do novo piso regional

Jornal O Globo (21/03/19)

A sanção do governador Wilson Witzel para a concessão da reposição de 3,75% sobre o piso regional do Estado do Rio vai exigir o pagamento retroativo ao mês de janeiro por parte dos patrões. No caso das domésticas, os empregadores terão que adequar o preenchimento do eSocial com as diferenças necessárias para a regularização dos vencimentos. Pela lei sancionada nesta quarta-feira, o mínimo regional para a categoria passou a ser de R$ 1.238,11. Entenda como fazer o reajuste do salário doméstica rio de janeiro

Segundo o Mario Avelino, presidente do Instituto Doméstica Legal, com a decisão do governador, os patrões poderão alterar os valores sobre o salário de março, que será depositado até 5 de abril. Segundo Avelino, a diferença entre o piso de 2018, de R$ 1.193,36, e o novo mínimo, de R$ 1.238,11, será registrada em campo específico.

‘’Na indicação do salário de março, que será pago em abril, o empregador vai indicar o novo piso. Quanto aos valores retroativos, a diferença de R$ 44,75 entre um piso e outro será indicada no campo verba destacada. Esse campo irá apontar a diferença salarial devida. Como tivemos dois meses sem a aplicação do percentual, a diferença terá que ser multiplicada por dois, com a indicação do valor de R$ 89,50’’. disse Avelino.

A Doméstica Legal disponibilizou uma cartilha gratuita que ensinam o empregador doméstico a fazer o reajuste salarial retroativo da empregada doméstica do Rio de Janeiro corretamente. Baixe a cartilha! 

A Doméstica Legal também disponibilizou um conteúdo exclusivo com o passo a passo do eSocial e do próprio sistema. Confira!

Confira a matéria completa

Receba atualizações no seu email

Comentários

Deixe sua resposta