RJ: (21) 2518-3099 | DEMAIS ESTADOS: 4003-3367
Cadastre-se Área do Assinante
Nenhum Comentário

Saiba quais documentos não podem ser exigidos na contratação de um empregado doméstico

É importante lembrar que o empregador não pode recusar um candidato por existência de antecedentes criminais, podendo caracterizar-se discriminação

empregado-doméstico

O período de contratação de um empregado doméstico é muito importante para a família e que precisa ser bem avaliada por todos, uma vez que o empregador tem obrigações a serem cumpridas para que permaneça sempre dentro da lei, com o objetivo de evitar possíveis ações trabalhistas.

Como empregador doméstico não é uma empresa e não tem um setor de recursos humanos para contratação, ele precisa ficar atento aos documentos que não podem ser solicitados na hora da seleção do novo funcionário.  De acordo com o artigo 1º da Lei nº 9.029/95, ‘’É proibida a adoção de qualquer prática discriminatória e limitativa para efeito de acesso à relação de trabalho, ou de sua manutenção, por motivo de sexo, origem, raça, cor, estado civil, situação familiar, deficiência, reabilitação profissional, idade, entre outros’’. Confira os documentos:

 

Documentos que não podem ser solicitados

 

  • Comprovação de experiência prévia por tempo superior a 6 (seis) meses no mesmo tipo de atividade;
  • Certidão de que não possui processo trabalhista ajuizado (certidão negativa trabalhista);
  • Certidão negativa da SERASA, do SPC e assemelhados ou dos cartórios de protestos;
  • Informações sobre antecedentes criminais, tais como certidão negativa criminal ou “folha corrida”. É importante lembrar que o empregador não pode recusar um candidato por existência de antecedentes criminais, podendo caracterizar-se discriminação.
  • A exigência de teste, exame, perícia, laudo, atestado, declaração ou qualquer outro procedimento relativo à esterilização ou a estado de gravidez;

 

Perguntas que o empregador pode fazer na seleção de um empregado doméstico

Ao mesmo tempo, existem perguntas que o empregador pode fazer na hora da seleção de um novo empregado. Este momento é fundamental para que não exista qualquer tipo de dúvida quanto as funções do trabalhador no ambiente de trabalho. É essencial que todas as questões sejam esclarecidas neste momento. Para que o empregador fique longe de ações trabalhistas e a empregada tenha conhecimento das suas funções. Pensando nisso, a Doméstica Legal disponibilizou um material com 9 perguntas fundamentais para selecionar um empregado doméstico.

 

Assessoria especializada

Manter uma doméstica formalizada, seguindo todas as exigências legais, não é uma tarefa realmente fácil. Para ajudar nessa tarefa, conte com nossa assessoria especializada para manter seus empregados domésticos sempre regularizados e com a documentação em dia. Tenha a tranquilidade e a segurança que todo o empregador doméstico precisa. Escolha um dos nossos planos de assinatura e veja como é fácil ser um empregador legal! Clicando aqui.

Receba atualizações no seu email

Comentários

Deixe sua resposta