RJ: (21) 2518-3099 | DEMAIS ESTADOS: 4003-3367
Cadastre-se Área do Assinante
Nenhum Comentário

Saiba a importância de reajustar o salário da empregada doméstica anualmente

O empregador precisa ficar atento ao valor do piso salarial anual de seu estado

Anualmente o salário mínimo federal sofre reajuste, com isso o salário do empregado doméstico também deve ser reajustado. Porém, a categoria dos trabalhadores domésticos no Brasil possui pisos salariais diferentes, como nos estados do Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e São Paulo.

O valor do salário de cada um desses estados é definido com base em legislação própria, e nos demais estados, é aplicado o salário mínimo federal. E é de extrema importância que o empregador doméstico faça o reajuste no salário da empregada pelo menos uma vez ao ano.

 

Como devo fazer o reajuste do salário?

Com a atualização anual do salário, o empregador precisa fazer o reajuste conforme seu estado. Por exemplo, o salário do empregado doméstico no Rio de Janeiro em 2018 é de R$ 1.193,36, esse valor poderá ser alterado em 2019 e o empregador doméstico precisa fazer a correção do valor.

Conforme o salário do estado, o empregador que paga um valor maior que o piso, não tem obrigação legal de reajustar o salário do trabalhador doméstico, mas é recomendado que seja aplicado uma correção equivalente à inflação anual. Conforme artigo 7, inciso IV da Constituição Federal.

O empregador que possui empregado contratado para trabalhar em jornada parcial ou por escala pode pagar o valor proporcional, utilizando o piso como base de cálculo. Esta regra vale para quem tem trabalhadores com carga semanal de até 25 horas de trabalho, sem ultrapassar 6 horas diárias.

 

Confira a tabela atualizada com os salários vigentes!

 

Receba atualizações no seu email

Comentários

Deixe sua resposta