RJ: (21) 2518-3099 | DEMAIS ESTADOS: 4003-3367
Cadastre-se Área do Assinante
Nenhum Comentário

Passo a passo para informar o dependente no nosso site e no eSocial

Empregador precisa informar os dados para que o empregado tenha direito a dedução no imposto de renda e salário-família

cadastrar dependente

Incluir dependentes na declaração de Imposto de Renda permite que o contribuinte deduza várias despesas e, assim, pague menos imposto ou receba uma restituição maior. Já o salário-família é um valor pago ao empregado (inclusive o doméstico) e ao trabalhador avulso, de acordo com o número de filhos ou equiparados que possua. Filhos maiores de quatorze anos não têm direito, exceto no caso dos inválidos (para quem não há limite de idade).

 

Quem pode ser considerado dependente para imposto de renda

  • Filho (a) ou enteado (a), até 21 anos de idade;
  • Filho (a) ou enteado (a), em qualquer idade, quando incapacitado física ou mentalmente para o trabalho;
  • Filho (a) ou enteado (a) universitário ou cursando escola técnica de segundo grau, até 24 anos;
  • Irmão (ã), neto (a) ou bisneto(a), sem arrimo dos pais, de quem você detenha a guarda judicial, até 21 anos, ou em qualquer idade, quando incapacitado física ou mentalmente para o trabalho;
  • Irmão (ã), neto (a) ou bisneto (a), sem arrimo dos pais, com idade de 21 anos até 24 anos, se ainda estiver cursando estabelecimento de ensino superior ou escola técnica de segundo grau, desde que você, contribuinte, tenha detido sua guarda judicial até os 21 anos;
  • Menor pobre até 21 anos que você, contribuinte, crie e eduque e de quem detenha a guarda judicial;
  • Pessoa absolutamente incapaz, da qual você seja tutor ou curador.
  • No caso de pais separados, é considerado dependente o filho que fica com o pai ou a mãe, em decorrência de cumprimento judicial.
  • Companheiro (a) com quem você tenha filho em comum;
  • Companheiro (a) com quem você viva há mais de cinco anos;
  • Cônjuge;
  • Pais, avós e bisavós que, em 2015, tenham recebido rendimentos, tributáveis ou não, até R$ 22.499,13. Aqui, um alerta: um casal que declara seus rendimentos em conjunto pode incluir o sogro e a sogra como dependentes. Como os pais são legalmente considerados dependentes dos filhos e a declaração será realizada com base nos rendimentos do casal, os pais de ambas as partes podem entrar na declaração.

 

Quem pode ser considerado dependentes para salário família

  • Ter filho(s) de qualquer condição com menos de 14 anos de idade.
  • Filhos inválidos de qualquer idade.

 

Confira o passo a passo da Doméstica Legal para  realizar o procedimento em nosso site e no sistema do governo.

 

Passo 1: Selecionar o empregado que deseja inserir o dependente, clicando na “Bolinha” ao lado no nome do empregado.

Passo 2: Clicar no botão “Adicionar Dependente”

Passo 3: Preencher os dados do Dependente e clicar no botão “Salvar”.

Passo 4: após clicar no botão “Salvar” os dados do dependentes serão gravados e exibido na parte inferior da tela.

Passo 5: Acessar o site do governo eSocial e fazer o Login, utilizando o seu código de acesso, CPF e senha pessoal.

Passo 6: Clicar no menu “TRABALHADOR”, logo em seguida na opção “gestão de trabalhador”.

Passo 7: selecionar o empregado desejado, clicando no nome do mesmo.

Passo 7: Clicar na opção “Dados Contratuais”.

Passo 8: Clicar na opção “Alterar Dados Cadastrais”.

Passo 9: Informar a data em que passará a vigorar estas informações.

Passo 10: Descer a barra de rolagem até o final da tela e “flegar” a opção Preencher dependentes, na parte de “Relação dos dependentes”

Passo 11: Logo após selecionar a opção de “preencher dependentes” o eSocial irá habilitar os campos que deverão ser preenchidos com os DADOS DO DEPENDENTES.

Passo 11.1: É importante nesta opção que seja informada a finalidade do dependente, se será para imposto de Renda ou salário família.

Orientamos que seja marcado “Sim” as duas opções. Pois caso o empregado o empregado tenha habitualmente o salário família e porventura tenha verbas que incidam em Imposto de Renda, o eSocial já fará o cálculo corretamente.

Passo 12: Logo após preencher todos os dados do dependentes, clicar no Botão “Incluir” na parte inferior da tela.

Passo 13: o sistema irá exibir os dados pré-salvos do dependente na parte inferior da tela. Após conferir os dados, deverá salva-los, clicando no botão “Salvar”.

Passo 14: Pronto, o eSocial irá exibir uma mensagem informando que a “Operação foi realizada com sucesso”.

Receba atualizações no seu email

Comentários

Deixe sua resposta