Outubro Rosa: empregadora e empregada doméstica, participe dessa campanha!

Outubro Rosa: empregadora e empregada doméstica, participe dessa campanha!

Doméstica Legal convida especialista para falar sobre conscientização e prevenção do câncer de mama

outubro rosa

Outubro é o mês escolhido para falar sobre o câncer de mama e estimular a população no controle da doença. A Doméstica Legal abraça essa campanha e orienta que as empregadoras e empregadas domésticas busquem um profissional da saúde para realizar os exames necessários para a prevenção da doença.

O movimento Outubro Rosa iniciou em 1990 com o objetivo de estimular a população no controle do câncer de mama e, anualmente, é feito campanha com o intuito de compartilhar informações, promover a conscientização sobre a doença e estimular a prevenção. Espera-se que com o diagnóstico precoce e tratamento imediato, o número de mortalidade seja reduzido. No Brasil, atualmente, estimam-se 59.700 casos novos de câncer de mama, para cada ano do biênio 2018-2019, conforme dados do Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva (INCA).

A campanha realizada pelo INCA em 2018, tem como tema “Câncer de mama: vamos falar sobre isso?”, com o objetivo de fortalecer recomendações do Ministério da Saúde para o diagnóstico precoce do câncer de mama.

Para entendermos mais sobre a campanha do Outubro Rosa, entrevistamos a ginecologista natural e obstetra humanizada, Debora Ramos Rosa. Ela ressaltou a importância da campanha e da periodicidade das consultas médicas.

Doméstica Legal: O outubro rosa busca conscientizar o público feminino quanto a prevenção do câncer de mama. Como as mulheres podem fazer essa prevenção?

Drª. Débora Ramos - Ginecologista e Obstetra

Debora Ramos: Acredito que esse diálogo entre mulheres, amigas, parentes e até mesmo nas relações profissionais importante. Nós temos que resgatar a conversa entre as mulheres. Nossas ancestrais possuíam esta característica e atualmente, acabou se perdendo.

Para a prevenção, a melhor forma é ter uma vida saudável, de forma mais natural possível, alimentação saudável, sem muito doce e farinha branca.  Além disso, a atividade física é essencial, fazendo uma caminhada e exercícios para evitar o sedentarismo, principalmente após os 50 anos.

Doméstica Legal: Qual a importância do autoexame e a regularidade de consultas médicas?

Debora Ramos: As mulheres que realizavam o autoexame tinham a falsa sensação de confiança.  Pois, muita das vezes, elas não identificavam o nódulo e já pensavam que estava tudo bem. Sendo que, elas deixavam passar o nódulo, pois a mama é muito heterogênea, ela é um tecido diferente da gordura. Quando você vai apalpar a gordura, o tecido é todo regular, a mama não. Elas possuem glândulas que a tornam irregulares. Então, na hora de apalpar para fazer o autoexame, algo pode passar despercebido. O nódulo só é palpável para o paciente, depois de 2 cm. E isso já é um nódulo mais avançado.

Recomendamos que a paciente vá ao médico, anualmente, para que o profissional possa fazer o exame e detectar qualquer nódulo precocemente. O exame na mama tem que ter técnica e experiência!

Doméstica Legal: Você tem alguma dica para as mulheres que nunca fizeram o exame?

Debora Ramos: A detecção precoce é muito importante para o tratamento e para a cura da doença sem precisar de uma cirurgia muito grande. Mas hoje em dia, a dica que eu dou além da conscientização, é explicar que o exame é rápido. O exame que o médico faz, de apalpação de mama, é um exame que não dói nada.

Hoje em dia poucas mulheres fazem a mamografia. A abrangência do exame de mamografia é muito baixa. Muitas vezes por medo e falta de informação.

O acesso também, muitas vezes, é complicado, pode ser um exame um pouquinho mais custoso, mas agora no outubro rosa, existem promoções que fazem a mamografia de forma gratuita, e se por acaso, a patroa souber de algum, informar a funcionária. Essa relação de profissionalismo é tão importante, pois nós temos que nos preocupar com a saúde dos funcionários. É importante ter esse carinho com a saúde dos outros.

A campanha Outubro Rosa tem uma importância tão grande que, através de sua influência, levou muitas mulheres a realizar o autoexame e buscar um médico, salvando suas vidas. Como aconteceu com a dona de casa Flávia de Araújo Naime, de 39 anos:

Doméstica Legal:  Como você descobriu o câncer de mama?

 Flávia de Araújo: Em setembro de 2016, apareceu um caroço um pouco acima do seio, bem visível, mas nunca imaginei que eu poderia ter um câncer de mana, logo eu. Em outubro de 2016, durante a campanha do Outubro Rosa que aconteceu na igreja que frequento, resolvi procurar minha ginecologista. Mas após os exames foi comprovado, que estava com Câncer e o caroço media cerca de 5,5 cm.

Doméstica Legal: E o tratamento, como foi?

 Flávia de Araújo: Em março de 2017, foi confirmado o diagnóstico e quando cheguei no consultório da minha oncologista, aí a ficha caiu e chorei durante 2 dias, mas tinha que seguir em frente. Enxuguei as lágrimas e fui pra batalha. Como meu caroço era muito grande, teríamos que começar com quimioterapia pra ver se iria diminuir para operar. Foi confirmado que câncer estava só no seio esquerdo. Foi preciso fazer quimioterapia, uma cirurgia, quimioterapia via oral mais a radioterapia. Mas no dia 05 de outubro de 2018 ganhei alta e estou curada. Agora só acompanhamento com minha oncologista

Doméstica Legal: Para você, qual a importância de conscientizar as outras mulheres a buscarem um profissional da saúde para uma avaliação?

 Flávia de Araújo: As campanhas durante o Outubro Rosa são muito importantes, porque chamam a atenção das mulheres para a importância do autoexame e a busca por um médico. Quanto mais cedo se tem o diagnóstico mais rápido a cura e, muitas vezes, o tratamento é menos doloroso. Temos que perder o medo do câncer. O Câncer tem cura! O Câncer é um grande aprendizado! Hoje o Câncer de Mama está muito ligado qualidade de vida que temos (alimentação, exercício físico, estresse, hidratação…). Vamos nos tocar e não ter medo!

 

Faça parte dessa campanha você também e não deixe de consultar seu médico regulamente.

Compartilhe esta publicação

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp

Cadastre seu e-mail e fique sempre atualizado

Deixe seu comentário sobre este post

Menu do blog

Mais Acessados