RJ: (21) 2518-3099 | DEMAIS ESTADOS: 4003-3367

Empregado doméstico já tem novo salário mínimo federal aprovado para 2020

Empregado doméstico já tem novo salário mínimo federal aprovado para 2020

Novo valor de R$ 1.039 entrou em vigor no primeiro dia de janeiro

Anualmente o salário mínimo federal tem reajuste e para 2020, este aumento é válido desde o dia 1º de janeiro, no valor de R$ 1.039,00. Publicado no Diário Oficial da União, a diferença foi de R$ 41,00, equivalente a 4,1% sobre o valor de R$ 998,00 que vigorou durante 2019. 

Este salário é válido para o emprego doméstico, portanto o empregador doméstico precisa ficar atento, pois o novo salário serve de base para calcular o DAE de janeiro/2020 com vencimento em fevereiro/2020.

Pisos regionais também terão alterações?

Os estados do Rio de Janeiro (RJ), Rio Grande do Sul (RS), Santa Catarina (SC), Paraná (PR) e São Paulo (SP) (exceto localidades que possuem sindicato), ainda não tiveram reajuste no salário, pois possuem piso regional, que é equivalente ao “salário mínimo do estado”. Este será maior que o salário mínimo nacional. Os valores são reajustados através de projeto de lei, com votação nas assembleias legislativas de cada estado.

O empregador doméstico precisa de atenção no momento da contratação de um novo empregado, pois não deve pagar o salário mínimo federal. O salário deverá acompanhar o estabelecido no estado. Para o empregador que reside em um desses locais, é aconselhável que aguarde o valor do novo salário mínimo estadual.

Confira a tabela com os pisos regionais atualizada

Férias gozadas em janeiro

Para os empregados que tiram férias em janeiro ou iniciaram em dezembro com término em janeiro, que já foram pagas em dezembro, com o valor antigo, deverá ser calculado a diferença de férias com o valor atualizado e precisa ser pago até o 5º útil de fevereiro.

Todo empregador precisa fazer o reajuste?

Os empregadores que já pagam mais do que o novo salário mínimo federal (R$ 1.039,00) não tem obrigação legal de reajustar o salário de seus funcionários – embora permaneça a recomendação de aplicar uma correção equivalente à inflação anual. Novamente, não existe obrigação legal para este aumento.

Mudança de salário na carteira de trabalho e no eSocial

O empregador doméstico precisa atualizar o novo salário mínimo federal do empregado na carteira de trabalho e no eSocial. Com isso, haverá impacto nos valores da guia DAE, uma vez que o sistema não altera o valor automaticamente.

Os clientes da Doméstica Legal dos planos Personal e Exclusive não tem a necessidade de se preocupar, pois os nossos consultores atualizam o salário no sistema do eSocial e ainda orientam no momento da alteração da Carteira de Trabalho.

Quer começar o ano de 2020 com uma preocupação a menos e ter uma assessoria especializada para administrar toda a rotina da empregada doméstica no eSocial? 

Compartilhe esta publicação

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp

Cadastre seu e-mail e fique sempre atualizado

Deixe seu comentário sobre este post

Menu do blog

Mais Acessados