Empregada doméstica pode trabalhar aos domingos?

Empregada doméstica pode trabalhar aos domingos?

Há regras no emprego doméstico para o trabalho aos domingos e empregador doméstico precisa ficar atento

trabalhar aos domingos

A jornada de trabalho de uma empregada doméstica deve ser respeitada, não somente porque está na lei, mas, também, porque o empregador doméstico fica isento de possíveis ações trabalhistas. Acatar os direitos trabalhistas vai muito além de só cumprir com a lei, é respeito para com o trabalhador. E o profissional doméstico é um trabalhador como outro qualquer, e precisa ter todos os seus direitos garantidos.

No emprego doméstico, a jornada de trabalho é de no máximo 44 horas por semana, em jornada parcial, 25 horas. E mesmo assim, muitos empregadores insistem que a doméstica deve dar expediente aos domingos. Afinal, a empregada doméstica pode trabalhar aos domingos de forma legal? Pode sim, mas há regras! Reunimos as principais informações sobre esse tema, confira!

 

Como funciona o trabalho aos domingos no emprego doméstico?

Para quem trabalha aos domingos, não pode trabalhar todos os domingos. Isso porque a lei determina que deve haver um revezamento quinzenal, permitindo que a doméstica possa ter um convívio familiar e social.

No caso específico de trabalhadoras mulheres, a folga semanal deve coincidir com o domingo ao menos uma vez a cada quinze dias. Há também particularidades para os trabalhadores masculinos, veja o que diz a lei:

Aplica-se o artigo Art. 386, capitulo 3 que fala da proteção ao trabalho da mulher.

Art. 386 – Havendo trabalho aos domingos, será organizada uma escala de revezamento quinzenal, que favoreça o repouso dominical.

Para empregados do Sexo Masculino.

Aplica-se a portaria nº 417 de 10 de Junho de 1966.

Art. 2° Os agentes da Fiscalização do Trabalho, no tocante ao repouso semanal, limitar-se-ão a exigir:

b) das empresas legalmente autorizadas a funcionar nesses dias, a organização de escala de revezamento ou folga, como estatuído no parágrafo único do mesmo artigo, a fim de que, em um período máximo de sete semanas de trabalho, cada empregado usufrua pelo menos um domingo de folga.(redação a esta alínea dada pela Portaria nº 509, de 15 de junho de 1967.

 

E a doméstica contratada para trabalhar apenas nos finais de semana?

Essa prática de trabalhar aos finais de semana, geralmente entrando no trabalho às sextas e saindo na segunda pela manhã, é comum entre babás, cuidadores de idosos e acompanhantes de enfermos.

Mesmo nesse regime de trabalho, a fola deve ser respeitada, porém o domingo de folga pode ser substituído por algum dia na semana que não seria originalmente trabalhado.

 

Domésticas contratadas para trabalhar de segunda a domingo com uma folga na semana

Nessa situação, o empregador poderá substituir a folga já estabelecida na semana pela folga de domingo. Dessa forma, na data em que o empregado fazer jus à folga de domingo o empregador poderá solicitar que ele trabalhe no dia da semana em que originalmente seria folga.

Compartilhe esta publicação

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp

Cadastre seu e-mail e fique sempre atualizado

Deixe seu comentário sobre este post

Menu do blog

Mais Acessados