Dez mil domésticas já perderam o emprego durante o isolamento social

Dez mil domésticas já perderam o emprego durante o isolamento social

Tribuna Online (20/05/2020)

Tribuna Online

Nestes tempos de pandemia do novo coronavírus, em que a circulação de pessoas está restrita e o isolamento social é recomendado para diminuir o contágio da população, uma das categorias mais atingidas é a dos trabalhadores domésticos.

Só no Espírito Santo, que tem cerca de 236 mil profissionais entre aqueles com carteira assinada e informais, as demissões já chegam a 10 mil, segundo o Sindicato das Empregadas Domésticas do Estado (Sindoméstico-ES).

Segundo o diretor do Instituto Doméstica Legal, Mário Avelino, a maioria dos empregadores têm evitado demitir, optando pela suspensão de contrato ou redução de jornada como recurso.

“Mas houve quem também perdeu o emprego, teve o negócio fechado, está sem faturar e perdeu as reservas, e teve que dispensar o empregado doméstico. É uma minoria. A maioria tem optado pela suspensão ou redução de contrato, já que o governo deu essa condição”, disse.

 

Confira a matéria completa clicando aqui.

Compartilhe esta publicação

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp

Cadastre seu e-mail e fique sempre atualizado

Deixe seu comentário sobre este post