Como recolher o FGTS em atraso da empregada doméstica?

Como recolher o FGTS em atraso da empregada doméstica?

Empregador pode ser acionado na justiça caso não faça o recolhimento de forma correta

FGTS em atraso

Em 2015 foi promulgada a Lei Complementar 150, que rege o emprego doméstico e dita suas regras. A partir de outubro do mesmo ano, o Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) passou a ser uma obrigação do patrão doméstico, recolhido através de uma guia de arrecada, também conhecida como guia DAE. A guia é emitida pelo eSocial, portal do governo onde a empregada doméstica precisa estar registrada.

Contudo, muitos empregadores não fazem o recolhimento devido do FGTS, tendo assim, uma dívida em aberto que, caso o trabalhador doméstico acione a justiça, poderá trazer sérios problemas a essa relação de trabalho.

Antes de outubro de 2015, o recolhimento era opcional, porém, se o patrão optou por recolher o valor devido e, por algum motivo, deixou de contribuir, precisa ficar atento.

 

Como regularizar essa situação?

O processo é muito burocrático e feito através do eSocial, onde o patrão doméstico precisa identificar todos os meses que estão em dívida (desde outubro de 2015) e gerar as guias para o pagamento conforme orientação do sistema do governo.

O processo é trabalhoso e difícil, mas a Doméstica Legal faz todo esse processo e entrega para o patrão as guias já emitidas. Para saber como funciona é muito simples, o patrão doméstico pode clicar aqui e solicitar um orçamento gratuito com um de nossos consultores. Dessa forma, você fica sabendo se tem alguma pendência com o seu trabalhador, seja ela qual for, e já pede logo a nossa ajuda nesse processo tão complexo.

Nosso serviço é coberto pela nossa política de garantia e garantimos o ressarcimento de despesas financeiras extras, causadas ao cliente por eventuais falhas na prestação do serviço.

 

Será que estou correndo riscos de sofrer uma ação trabalhista?

A ameaça de uma ação trabalhista é um lembrete constante na vida do patrão que não cumpre com as obrigações trabalhistas. Para isso, é preciso estar sempre atendo ao que diz a legislação vigente e buscar ajuda sempre que não souber como lidar com alguma situação.

Por isso lançamos um Medidor de risco de ação trabalhista do patrão doméstico, e você pode fazer o seu teste, de forma gratuita, clicando aqui.

Compartilhe esta publicação

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp

Cadastre seu e-mail e fique sempre atualizado

Deixe seu comentário sobre este post

Mais acessados

🔎 Não achou o que procurava?

Faça sugestões de novos conteúdos