RJ: (21) 2518-3099 | DEMAIS ESTADOS: 4003-3367

Como informar a contribuição Previdenciária do empregador doméstico no Imposto de Renda 2019

Como informar a contribuição Previdenciária do empregador doméstico no Imposto de Renda 2019

Empregadores podem deduzir até R$ 1.200,32 na declaração de IR 2019

DESCUBRA POSSÍVEIS PENDÊNCIAS NO SEU ESOCIAL

Auditoria gratuita completa

O empregador doméstico poderá deduzir no seu Imposto de Renda a Contribuição Previdenciária Patronal (recolhimento de INSS) e Gilrat pagos pelo empregador no ano de 2018

A Parcela Dedutível ou Valor Pago é um valor estipulado pela Receita Federal para incentivar a formalidade no trabalho doméstico. O valor máximo dedutível no Imposto de Renda 2019 é de R$ 1.200,32.

É importante destacar que este valor só poderá ser deduzido realizando a declaração de IR no modelo completo.

Como informar estes valores no Imposto de Renda? 

1 – Selecione a opção Pagamentos Efetuados:

 

2 – Clique na opção NOVO:

 

3 – Selecione o Código 50 – Contribuição Previdenciária Patronal paga à Previdência:

 

4 – Informe o CPF, NIT, Valor pago e Parcela não dedutível:

 

4.1 – Como encontrar o Valor Pago (valor dedutível)?

Para saber o valor da parcela a deduzir, utilize a calculadora de Restituição da Doméstica Legal clicando aqui.

 

4.2 – Como encontrar o Valor Não Dedutível?

O valor Não Dedutível é o valor da contribuição previdenciária patronal que exceder o valor dedutível encontrado na calculadora do passo 4.1.

Para encontrar o Valor Não Dedutível, verifique todas as guias DAE pagas em 2018 e some os valores de todos os recolhimentos com os Códigos 1138 e 1646, como no exemplo abaixo.

 

 

O resultado da soma destes valores deve ser subtraído pelo Valor Dedutível encontrado na calculadora. O resultado encontrado é o Valor Não Dedutível.

 

Quantos empregados podem ser deduzidos?

O empregador só poderá deduzir a Contribuição Previdenciário de apenas um empregado doméstico.

No entanto, se durante o ano de 2018 o empregador demitiu um empregado e contratou outro, os dois poderão ser declarados no imposto de renda, desde que não tenham trabalhado simultaneamente.

Compartilhe esta publicação

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp

Cadastre seu e-mail e fique sempre atualizado

Deixe seu comentário sobre este post

Menu do blog

Mais Acessados