Campanha ‘Doméstica Legal’ propõe volta da dedução do INSS do empregador doméstico no IR 2021

Campanha ‘Doméstica Legal’ propõe volta da dedução do INSS do empregador doméstico no IR 2021

O Dia (03/03/2021)

O emprego doméstico foi um dos mais afetados pela pandemia causada pelo Covid-19. Foram perdidos 1.664.000 (equivalente a 26,51%) postos de trabalho, entre trabalhadores formais, informais e diaristas, de acordo com a PNAD Avançada do IBGE do terceiro trimestre de 2020. Por conta disso, a categoria lançou  uma campanha para evitar mais demissões e estimular a recontratação de milhares de empregados domésticos.

Através do abaixo assinado “Volta dedução do INSS do empregador doméstico no Imposto de Renda”, o Instituto Doméstica Legal está tentando junto ao Congresso Nacional para que se paute o PL 1.766/2019, que propõe a volta e a prorrogação por mais cinco anos da dedução do INSS do empregador doméstico no Imposto de Renda. Esse benefício atendia milhares de empregadores.

Para Mario Avelino, Presidente do Portal e do Instituto Doméstica Legal, se no início de 2020 esta luta já era importante, agora ela é urgente. “Uma apuração feita por nós apontou que, somente em 2019, 700 mil empregadores utilizaram o benefício da dedução do INSS no imposto de Renda. Com o fim da dedução, este empregador perdeu em 2020, aproximadamente, R$1.300,00 anuais, e perderá agora na declaração em 2021”, disse.

Confira a matéria completa clicando aqui.

Compartilhe esta publicação

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp

Cadastre seu e-mail e fique sempre atualizado

Deixe seu comentário sobre este post

🔎 Não achou o que procurava?

Faça sugestões de novos conteúdos