5 documentos que precisam ser entregues para a doméstica dispensada

5 documentos que precisam ser entregues para a doméstica dispensada

O processo de demissão exige muita cautela por parte do empregador doméstico, pois qualquer erro pode gerar uma possível ação trabalhista

Para estar dentro da lei e não ter problemas com futuras ações trabalhistas, o empregador doméstico deve estar sempre amparado por documentações baseadas nas determinações legais.

Sendo assim, para que o processo de demissão sem justa causa de uma empregada doméstica seja feito de maneira correta e sem problemas para o empregador, a Doméstica Legal disponibilizou uma lista com 5 documentos importantes que precisam ser entregues para a doméstica neste momento. Confira!

 

1- Carta de demissão

2- Termo de rescisão de contrato e termo de quitação*. (O termo de rescisão deverá ser impresso em 4 vias, sendo 3 vias para a empregada e 1 via para o empregador). *Para sindicatos de São Paulo, também é necessário o termo de homologação.

3- Guia rescisória (recolhimento apenas do FGTS sobre a rescisão) com vencimento.

4- Guia DAE (recolhimento INSS sobre a rescisão) com vencimento.

5- Declaração de devolução da Carteira de Trabalho

 Além disso, o empregador também precisa fazer as anotações na Carteira de Trabalho como, salários, férias, data de demissão e data de projeção, se houver dependendo do tipo de demissão.


Procedimentos para solicitar o saque do FGTS

Quando o trabalhador doméstico é demitido, sem justa causa por parte do empregador ou faz uma rescisão acordada, adquire o direito a sacar o Fundo de Garantia Por Tempo de Serviço. Portanto, ele deve:

– Comparecer em uma agência da Caixa Econômica de 10 a 15 dias úteis após o pagamento da Guia Rescisória, e se dirigir ao guichê do FGTS;

– Apresentar o TRCT (Termo de Rescisão do Contrato de Trabalho);

– Apresentar a Guia Rescisória do eSocial (com comprovante de pagamento);

– Apresentar documentos pessoais (RG, CPF e CTPS).

No caso da rescisão acordada, o trabalhador tem direito a 80% do valor do Fundo de Garantia.

 

Procedimentos para solicitar o seguro-desemprego

O seguro-desemprego é um direito que abrange os trabalhadores domésticos e tem como finalidade prover uma renda temporária para o trabalhador demitido sem justa causa por parte do empregador. Dessa maneira, o trabalhador deve:

Fazer o agendamento em http://saaweb.mte.gov.br/inter/saa/pages/agendamento/main.seam.  Caso não consiga efetuar o agendamento, peça que o empregado compareça em um posto do Ministério do trabalho ou Poupa Tempo informando que não conseguiu agendar;

– Apresentar o TRCT (Termo de Rescisão do Contrato de Trabalho);

– Apresentar Comprovante de Saque do FGTS

– Apresentar documentos pessoais (RG, CPF e CTPS).

Os trabalhadores domésticos têm um prazo de 90 dias, contado da data de demissão para dar entrada no seguro-desemprego.

Para mais informações, entrar em contato com o número 158.

 

Doméstica Legal

O processo de demissão pode ser muito complexo e trabalhoso para o empregador doméstico, pois existem diversos documentos que precisam ser gerados e qualquer erro pode ser determinante para uma futura ação trabalhista. Para auxiliar o empregador neste momento, oferecemos um processo mais tranquilo e seguro para que o empregador não tenha problemas. Calculamos e emitimos todos os documentos necessários para a rescisão de contrato. Conheça o nosso serviço de rescisão de contrato!

Compartilhe esta publicação

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp

Cadastre seu e-mail e fique sempre atualizado

Deixe seu comentário sobre este post